Um clássico - A Árvore em Portugal

05-09-2017

Livro de autoria de Francisco Caldeira Cabral, que inaugurou em Portugal os estudos sistemáticos de arquitetura paisagista, e de Gonçalo Ribeiro Telles, seu colaborador e continuador, A Árvore em Portugal teve uma primeira edição em 1960, da extinta Direção-Geral de Urbanismo, e foi reeditado em 1999 pela Assírio & Alvim.

No prefácio dessa reedição, diz Ribeiro Telles: «A árvore é o tema central deste livro, mas, numa visão integradora da paisagem, também cultural e já ecológica, em boa hora se alargou o âmbito da publicação a toda a problemática da função da árvore e da mata na paisagem.» E mais adiante: «Pode afirmar-se que, com a publicação de A Árvore se fez, pela primeira vez em Portugal, de uma forma integrada e global, a divulgação de importantes conceitos de ecologia aplicada à Arquitectura da Paisagem. Apesar do tempo já decorrido, as teses defendidas no livro continuam a ter a mesma oportunidade de então.» 

E ainda, já no capítulo II: «Queremos chamar a atenção para a importância de plantar sempre que possível as nossas árvores espontâneas. De facto, elas dão-nos sempre melhor garantia de desenvolvimento e permanência porque é óptima a sua adaptação ao meio.»