Portugal O Vermelho e o Negro

18-09-2017

Em julho de 2006 era publicado o livro Portugal O Vermelho e o Negro, de Pedro Almeida Vieira (Edições Dom Quixote). Nele se registava uma extensa pesquisa e análise que apontava caminhos de solução aos incêndios recorrentes no país e traçava um quadro de que o mais trágico verão de 2017 é apenas o cume. A incapacidade do País, responsáveis e simples cidadãos incluídos, em enfrentar esta realidade, é o que, passados 11 anos do aparecimento desse livro, mais nos chama a atenção.

Citamos: «Jamais na longa História de Portugal, de guerras intermináveis e batalhas sanguinárias, um outro inimigo conseguiu o prodígio de tão rápida, fácil e dilacerante destruição. Neste livro, usando uma linguagem simples e incisiva - sustentada em dados surpreendentes e análises inéditas -, o autor prova que os incêndios florestais não são afinal uma tragédia inesperada. Antes são a consequência de erros crónicos, misturados com mentiras dolosas, deturpações intencionais, evidentes fraudes e insuportáveis irresponsabilidades.»